• Compartilhamento do Whatsapp
  • Compartilhamento do LinkedIn
  • compartilhamento do Facebook
  • Compartilhamento do Twitter

Como Crepúsculo me trouxe para Seattle: o caso de amor de uma garota indiana com o noroeste do Pacífico

Contribuíram por: Shibani Thite
Seattle, EUA, CEP: 98103
Durante minha adolescência, passei inúmeras horas absorto nas páginas do Crepúsculo Series. Os livros, ambientados na cidade enevoada e sempre verde de Forks, Washington, pintaram um quadro do noroeste do Pacífico que era ao mesmo tempo encantador e misterioso. Mal sabia eu que esses livros desempenhariam um papel fundamental na definição do meu futuro.
Cresci em Mumbai, uma cidade vibrante, movimentada e sempre viva. O calor, as multidões, a cacofonia sem fim – era o meu mundo, mas muitas vezes me peguei sonhando com um lugar que fosse exatamente o oposto. Forks, com suas florestas encharcadas e céus nublados, parecia uma fantasia distante. Então, quando tive a oportunidade de me mudar para Seattle para trabalhar, pareceu um destino.
Monte Rainier

Monte Rainier

A primeira coisa que me impressionou quando cheguei em Seattle foi o tempo. O ar fresco e fresco e a garoa suave me acolheram, envolvendo-me num manto de nostalgia. Foi como entrar em uma página do Crepúsculo livros. Os pinheiros imponentes e os céus serenos e cinzentos contrastavam fortemente com as ruas ensolaradas de Mumbai, e eu me apaixonei instantaneamente.
A paisagem de Seattle é simplesmente deslumbrante. Em dias claros, a visão do Monte Rainier à distância é inspiradora. A cidade em si, situada entre Puget Sound e o Lago Washington, é uma bela mistura de vida urbana e beleza natural. Os parques públicos, como o Discovery Park e o Gas Works Park, oferecem espaços verdes exuberantes onde se pode fugir da agitação da vida urbana. Muitas vezes me pego vagando por esses parques, sentindo uma sensação de paz que nunca havia experimentado antes.
Além da paisagem, o cenário cultural de Seattle é vibrante e diversificado. Uma das surpresas mais agradáveis ​​foi descobrir a próspera comunidade indígena aqui. Das aulas de dança de Bollywood às celebrações do Diwali, há uma forte sensação de estar em casa longe de casa. As mercearias e restaurantes indianos espalhados pela cidade facilitam a localização de sabores e ingredientes familiares, o que foi um grande conforto nos meus primeiros dias de saudade de casa.
Pike Place Market
Um dos meus lugares favoritos em Seattle é o Pike Place Market. A variedade de produtos frescos, as animadas peixarias e o artesanato são um banquete para os sentidos. É um lugar onde posso passar horas tomando um café acabado de fazer e vendo o mundo passar. Falando em café, a cultura cafeeira de Seattle é algo que abracei de todo o coração. Os inúmeros cafés acolhedores proporcionam locais perfeitos para ler, trabalhar ou simplesmente desfrutar de um momento de tranquilidade.
As oportunidades profissionais aqui também têm sido incríveis. Trabalhando na indústria de tecnologia, o mercado de trabalho em expansão de Seattle me permitiu crescer e aprender de maneiras que nunca imaginei. O equilíbrio entre vida profissional e pessoal, tão valorizado aqui, deu-me tempo para explorar a minha nova casa e entregar-me ao meu amor pela natureza. Os fins de semana costumam ser passados ​​caminhando nas montanhas vizinhas Cascade ou Olympic, onde as trilhas oferecem vistas deslumbrantes e uma sensação de aventura.
Morar em Seattle também me deu uma nova apreciação pela chuva. Em Mumbai, as monções costumavam ser uma fonte de inconveniências. Aqui, a chuva é uma presença suave, quase calmante. É um lembrete constante da conexão que senti com este lugar através do Crepúsculo Series. Cada gota de chuva parece um sussurro do passado, lembrando-me dos sonhos que tive quando era jovem.
A comunidade que encontrei aqui, tanto indiana como não, tem sido incrivelmente acolhedora. Os amigos que fiz, os festivais celebrados e as refeições compartilhadas contribuíram para que Seattle se sentisse em casa. O espírito inclusivo da cidade e o seu respeito pela diversidade tornaram a minha transição mais suave do que alguma vez imaginei.
Ao refletir sobre minha jornada, percebo que às vezes nossos sonhos nos levam a lugares inesperados. Para mim, uma série de livros despertou um amor por uma cidade que eu nunca tinha visto, e agora foi nessa cidade que encontrei minha felicidade. Seattle, com a sua chuva e a sua beleza perene, as suas montanhas e os seus lagos, tornou-se parte de mim. Foi onde construí uma nova vida, longe do caos de Mumbai, mas repleta de charme e ritmo únicos.
No final das contas, não é apenas o clima ou a paisagem que torna Seattle especial; é a sensação de encontrar um lugar ao qual você realmente pertence. E por isso serei sempre grato ao sonho que começou com um livro.

Compartilhar com

  • Compartilhamento do Whatsapp
  • Compartilhamento do LinkedIn
  • compartilhamento do Facebook
  • Compartilhamento do Twitter